quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Vereador Romazzini é morto e Guarujá lamenta sua perda

O vereador Luis Carlos Romazzini (PT) foi morto na madrugada da última sexta-feira (26) durante uma invasão à sua casa, localizada na avenida Mário Daige, no Jardim Conceiçãozinha, em Vicente de Carvalho. O assassinato de Romazzini foi seguido pela comoção de familiares, amigos e políticos da região, que manifestaram a tristeza pela trágica morte do vereador.

Na madrugada anterior (25), o vereador havia registrado um Boletim de Ocorrência na delegacia sede porque sua casa havia sido invadida e o portão da garagem e a porta de acesso à casa foram danificados. De acordo com o documento, Romazzini acordou com o barulho de pancadas na porta e foi verificar, mas não encontrou ninguém. Contudo, o invasor deixou as marcas dos pés pelo quintal. Segundo os amigos mais próximos, o vereador vinha recebendo ameaças.

Na sexta-feira, por volta da 1h30, a cena se repetiu, porém, desta vez Luis Carlos Romazzini foi chamado na porta pelos criminosos. A vítima, armada, desceu do primeiro andar da casa, onde sua esposa, Juliana, permaneceu, e foi até os suspeitos, que após discussão efetuaram diversos disparos contra o vereador, atingido na cabeça, ombro, abdômen e pernas. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Sua esposa não foi ferida. O caso está sendo investigado em sigilo pelo 1° Distrito Policial.

Investigações

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D´Urso, quer uma rápida apuração do caso e solicita ao secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Antônio Ferreira Pinto, que o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa acompanhe as investigações do assassinato do vereador e advogado. “Lamentamos profundamente a morte de mais um colega vítima de um crime bárbaro, que merece repúdio da advocacia e da sociedade. Esperamos do Poder Público rapidez na apuração deste crime e a prisão dos autores”, afirmou D´Urso.

O presidente da subseção do Guarujá, Frederico Gracia, manifestou seu pesar e lembrou que Romazzini “foi um advogado muito atuante e que sempre respeitou as prerrogativas profissionais. Enquanto legislador municipal, sempre teve compromisso com a verdade e a ética”.

O presidente estadual do Partido dos Trabalhadores, Edinho Silva, conversou com o secretário de Estado da Segurança Pública para que os autores do assassinato sejam prontamente identificados. O senador Aloysio Mercadante também intercedeu e reivindicando que todos os esforços sejam mobilizados para levar à descoberta dos responsáveis e a aplicação das leis cabíveis.

Luto

A prefeitura de Guarujá decretou luto oficial de três dias e a chefe do Executivo, Maria Antonieta de Brito, ressaltou a necessidade de novas ações contra o crime. “Lamento profundamente o falecimento do vereador Luis Carlos Romazzini. Ele foi meu companheiro de partido e desenvolvemos, por isso, vínculos de amizade e de luta, durante anos. Neste momento, estamos solidários à família do vereador. Mas não mediremos esforços na busca por ações que mudem este histórico lamentável de crimes contra autoridades municipais, que a nossa cidade carrega”, disse.

A prefeita de Guarujá compareceu ao velório do vereador, assim como a prefeita de Cubatão, Márcia Rosa, deputados federais, estaduais, políticos da região e representantes do Poder Judiciário, além de um imenso público de amigos e companheiros.

A senadora eleita por São Paulo, Marta Suplicy, emitiu em nota oficial seu pesar pelo assassinato do político. “Lamento a morte de Luis Carlos Romazzini e venho me solidarizar com familiares, amigos e a comunidade do Guarujá, que ele representava como vereador. O momento é de luto e indignação. A sociedade exige a mais rápida apuração e detenção dos responsáveis.” A deputada estadual Maria Lúcia Prandi, indignada pelo assassinato do vereador, acompanhou de perto as ações das lideranças do seu partido (PT) em Guarujá, que reivindicam a imediata e rigorosa apuração dos fatos. “Era um companheiro guerreiro, aliado da população em suas lutas e rigoroso na defesa dos direitos sociais”, disse Prandi, lamentando a morte de Romazzini.

História
 
 Luis Carlos Romazzini, 45 anos, era advogado, professor e vereador. Ele foi suplente por duas vezes e vereador em duas legislaturas (14ª e 15ª), no legislativo desde 2005. Nas últimas eleições ele concorreu a uma vaga na Assembleia Legislativa, e recebeu 20.040 votos.

 A militância de Romazzini iniciou no movimento estudantil no inicio dos anos 90, com atuação em movimentos ambientalistas e na defesa de direitos coletivos. Seus planos para a população o fizeram ser eleito a vereador por Guarujá em 2004, onde reelegeu-se em 2008, com votação superior a anterior.

 O vereador, filho de Odalvo Romazzini, já falecido, e de Benvinda Pereira Romazzini, deixa esposa, Juliana Romazzini. O corpo de Romazzini seguiu para a cidade de Aparecida do Tabuado, em Mato Grosso do Sul, para ser sepultado ao lado de seu pai, conforme seu desejo manifestado ainda em vida.

Jornal do Guarujá - Sábado, 27 de novembro de 2010




6 comentários:

carlinha disse...

Nós população do Guarujá, esperamos sinceramente o desfecho dessa investigação com a prisão dos autores e mandantes desse bárbaro,cruel e vil assassianto. Uma pessoa como Romazzini era, não pode ter perdido sua vida em vão!

Ribeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ribeiro disse...

Guarujá uma cidade maravilhosa mas aonde a corrupção reina aonde sangue inocente jorra pelos 4 cantos da ilha de Santa Amaro.
Eu espero que esse caso cruel seja resolvido pela Polícia Federal ou pelo ministério Público com investigações competentes.(Não deixe a polícia de guarujá nesse caso senão vai virar lenda igual do Prof Ernesto)

maria.celeste. disse...

A VIDA NOSSA NÃO ESTÁ TENDO MAIS VALOR,POIS O QUE ESTÁ VALENDO NESSE MUNDO É AS PESSOAS QUE FAZEM O MAL .EU AGRADEÇO AO MEU AMIGO QUE SE FOI PORQUE NA APAE ESTAVÃO PESSOAS FAZENDO E UZANDO NOSSOS FILHOS PARA OS SEU INTERESSES PESSOAIS,SÓ QUE ESSE ANJO ROMAZZINE VEIO E TIROU-OS DE LÁ.AGORA ESPERO QUE AS PESSOAS QUE SÃO DO LADO DO BEM CONTINUEM A OLHAR PELOS ALUNOS DA APAE,ESPERO QUE A JULIANA POSSA FAZER ISSO.EU SEI QUE O ROMAZZINE ESTARÁ FELIZ COM QUEM CONTINUAR A FAZER O BEM POR ESSAS CRIANÇAS DA APAE.MUITOS NÓS AJUDARAM MAIS O ROMAZZINE NUNCA FALTOU A UM CHAMADO NOSSO.DEUS TE ILUMINE AMIGO E QUE SUA MULHER TENHA FORÇA PARA CONTINUAR ESSA LUTA QUE VOCÊ CONSEGUIU .OBRIGADA DO FUNDO DO MEU CORAÇÃO.

Renilma disse...

Um homem de caratér forte ...
Que procurava a justiça...
Sua indignação era a indignaçao de metade se não toda a populaçao da nossa cidade...
Realmente ficará a saudade desse homem de fé, no coração e na memória de todos que como ele lutam e sonham com um mundo melhor.

SAUDADES SEMPRE PROFº

Mariza Maravilha a Srtª. que faço a diferença disse...

E A INVESTIGAÇÃO?
PAROU?
MAIS UM CRIME EM IMPUNE!!!!
MAS DEUS IRÁ JULGAR

Postar um comentário